As escrituras sagradas – mensagens

textos de Sri Chinmoy

 

Quando estudo todas as escrituras,

Minha mente se orgulha

E meu coração fica humilde.

Sri Chinmoy, Seventy-Seven Thousand Service-Trees, Part 35, Agni Press, 2004

 

Estudei muitas escrituras,

Mas, ora, a satisfação

Ainda está muito longe.

Sri Chinmoy, Seventy-Seven Thousand Service-Trees, Part 35, Agni Press, 2004

 

As Escrituram me ensinam

Como amar o Salvador.

O Salvador me ensina

Como amar o Real em mim,

O futuro Deus.

Sri Chinmoy, Ten Thousand Flower-Flames, Part 38, Agni Press, 1982

 

Se você perguntar a um cristão

Qual é a sua escritura,

Sua resposta imediata será

A Bíblia.

 

Se você perguntar a um budista

Qual é a sua escritura,

Sua resposta imediata será

O Dhammapada.

 

Se você perguntar a um sikh

Qual é a sua escritura,

Sua resposta imediata será

O Adi Granth.

 

Se você perguntar a um judeu

Qual é a sua escritura,

Sua resposta imediata será

O Talmud.

 

Se você perguntar a um muçulmano

Qual é a sua escritura,

Sua resposta imediata será

O Alcorão.

 

Mas se você perguntar a um hindu

Qual é a sua escritura,

O pobre hinduísta ficará completamente perdido

Num mar de hesitação.

 

Diferente de outras religiões,

A religião Hindu tem um número

De escrituras:

Os quatro oceanos-Vedas,

Cento e oito florestas-Upanishads,

Inúmeros Puranas,

O Chandi (a glória-Mãe)

E o Bhagavad Gita.

 

Mas se você perguntar ao mesmo Hindu

Sobre qual dessas escrituras

Toca as mais íntimas profundezas

Do seu coração aspiração

E vida-dedicação,

Sua resposta imediata será

O Bhagavad Gita,

O Canto Celestial.

Sri Chinmoy, The Message-Light of the Bhagavad Gita, Agni Press, 1999