“Nosso nascimento é tão-somente um sonho e um esquecimento…” – William Wordsworth

A evolução nunca acontecerá a partir do nada, do zero. O aparecimento do ‘é’ só pode vir da existência do ‘foi’. Preenchamos nossas mentes com o aforismo imortal de Wordsworth, de sua obra “Intimações da Imortalidade”:

 

“Nosso nascimento é tão-somente um sonho e um esquecimento:

A Alma que ascende em nós, a Estrela da nossa vida,

Teve em outra parte o seu poente,

E vem de longe:

Não em completo esquecimento,

E não em completa nudez,

Mas deixando rastros de glória viemos

De Deus, o nosso lar.”

 

Aqui o poeta nos carrega ao mistério da jornada eterna da alma e nos lembra da Fonte perene.

 

____________________

Pérolas de Sabedoria do Ocidente e comentários devotados de Sri Chinmoy, extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, editora Agbook

Pouco vemos na Natureza que seja nosso. – Wordsworth

“O mundo está por demais conosco; tarde e cedo,

Adquirindo e gastando, desperdiçamos nossas faculdades:

Pouco vemos na Natureza que seja nosso.”

– Wordsworth

 

Este nosso mundo é em demasia.

O céu também é em demasia.

Para onde ir?

Não há lugar em toda a criação de Deus.

O único lugar para ser feliz é no doce mundo-sonho,

E não no duro mundo-realidade.

 

____________________

Pérolas de Sabedoria do Ocidente e comentários devotados de Sri Chinmoy, extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, editora Agbook

“Os deuses aprovam a profundidade, e não o tumulto da alma.” – Wordsworth

“Os deuses aprovam

A profundidade, e não o tumulto da alma.”

– Wordsworth

 

Como uma parte do Infinito, a alma pode ter profundidade, altitude e amplitude sem medidas, mas o tumulto nunca fará parte da alma. Ele é um jogo do inferior vital.

 

____________________

Pérolas de Sabedoria do Ocidente e comentários devotados de Sri Chinmoy, extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, editora Agbook

As estrelas são mansões construídas pela mão da Natureza

.

AS estrelas são mansões construídas pela mão da Natureza,
E, alegremente, lá os espíritos dos bem-aventurados
Moram, vestidos em radiância, sua veste imortal;
Enorme Oceano mostra, a meio de sua praia amarela,
Uma habitação maravilhosamente planejada,
Para a vida ocupar em amor e repouso;
Tudo que vemos – é domo, ou cofre, ou ninho,
Ou fortaleza, domados pela ordem sábia da Natureza.
Bom pensamento para cada estação! mas a Primavera
Apareceu enquanto atenções cuidadosas pesavam em meu coração,
Entre o canto de pássaros, e insetos murmurando;
E enquanto a arte prolífica do jovem ano –
De botão, folha, ramo e flor – tecia
Moradias onde auto-perturbação não tomava parte.

.

– William Wordsworth

.

tradução
http://www.poetseers.org/the_romantics/william_wordsworth/library/the_stars_are_mansions_built_by_natures_hand/