04 de maio: A Unicidade de Deus – meditação matinal diária

may-each-moment-pavitrata

Ver além de mim mesmo é encontrar e sentir a minha unicidade inseparável com meu Amado Supremo.

 

Depois do Amor de Deus, tenho que sentir algo muito significativo e profundo: a Unicidade de Deus. O Amor de Deus não basta. Eu posso amar algo ou alguém sem ter estabelecido ali a minha unicidade, unicidade inseparável com o objeto do amor. Portanto, após sentir o Amor de Deus, eu tenho de desenvolver a minha consciente, constante e inseparável unicidade com Ele.

Consciência é a única coisa

De que a minha mente precisa.

Devoção é a única coisa

De que o meu coração necessita.

Unicidade – constante, incessante,

Inseparável unicidade com meu Senhor Supremo –

É a única coisa de que eu preciso.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano

 

 

Deixe um comentário ou contribua com um poema

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s