21 de abril: Satisfazendo a Alma – meditação matinal diária

not-the-power-to-conquer-others-sharani

Eu medito em Deus, não porque Deus me vai dar tudo o que eu quero; eu medito em Deus, porque Deus vai dar-me, somente, as coisas de que necessito.

 

Um verdadeiro buscador espiritual sente que há um elo entre o mundo interior e o mundo exterior. E sente algo mais. Sente que, apenas ao nutrir o mundo interior, é que o mundo exterior poderá encontrar o seu verdadeiro significado. O corpo é o mundo exterior. Diariamente, nós alimentamos o corpo três vezes, sem falta. Assim temos feito e continuaremos a fazê-lo, até ao nosso último suspiro. Contudo, profunda-mente dentro de nós há uma criança divina, uma criança chamada alma. Para a manutenção da vida do corpo nós nos alimentamos. Entretanto, para ajudar a alma, para realizar a missão divina dela na Terra, nós não encontramos tempo. A menos e até que a alma, que é a representante consciente de Deus em nós, seja satisfeita, nunca estaremos verdadeiramente satisfeitos na nossa vida exterior.

Se não honrar

A sua hora-Deus

Cedo pela manhã,

Então, durante todo o dia,

Será contemplado, com amargo desapontamento.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano

 

 

Deixe um comentário ou contribua com um poema

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s