Um Hino às Nações Unidas

Um Hino às Nações Unidas

 

Alegre, ó músico,

Toque as suas cordas

Para que possamos cantar.

Elevados, suplicantes,

Nossas vozes diversas

Misturando-se,

Jovialmente disputando

Não interferindo,

Mas coexistindo,

Pois tudo dentro

Do cinturão

do som

É solo sagrado,

Onde todos são irmãos,

Não há Aqueles sem face,

E mortais atentos

Às palavras, pois

Com palavras mentimos,

Podemos dizer paz

Quando queremos guerra,

Maus pensamentos bem ditos

E promessas falsamente feitas,

Mas a canção é genuína:

Que a música pela paz

Seja o paradigma,

Pois paz significa mudar

Na hora certa,

Como o Relógio-Mundo

Faz tique e taque.

Que a história

Da nossa cidade humana

Hoja mova-se

Como música, onde

Notas criadas

Novas notas criam

Fazendo do fluxo

Do tempo um crescente

Até o que poderia ser

Por fim seja,

Onde mesmo a tristeza

É uma forma de alegria,

Onde o destino é a liberdade,

Graça e Surpresa.

-W.H. Auden (em tradução)

Music: Pablo Casals Words: W.H. Auden

Deixe um comentário ou contribua com um poema

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s