9/nov – O tempo celestial da alma está florescendo e florescendo

Meu Supremo, meu Supremo, meu Supremo!

O tempo terreno do corpo

Está se acabando.

O tempo celestial da alma

Está florescendo e florescendo

E florescendo

Aos pés do senhor amado Supremo.

Meu Supremo, meu Supremo, meu Supremo!

-Sri Chinmoy

Deixe um comentário ou contribua com um poema

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s