26 de maio: A Vontade de Deus – meditação diária matinal

daily-aphorism-by-sri-chinmoy-0051

Está procurando a verdadeira felicidade na sua vida? Então não ceda à razão, nem ao destino, mas apenas aos ditames da sua voz interior.

 

A Vontade de Deus em alguém é progressiva, como um músculo que se desenvolve – forte, mais forte, fortíssimo. A Vontade de Deus é fazer-nos sentir que há algo permanente, duradouro, infindável. Quando alguém atinge esse estado, saberá qual a Vontade máxima de Deus. Reconhecemos a Vontade de Deus pela sensação de satisfação duradoura que ela nos proporciona. Qualquer coisa que seja eterna, qualquer coisa que seja imortal e divina é a Vontade de Deus. Apesar de lidar com a Eternidade, Deus não é indiferente mesmo por um segundo. Pois é por um segundo ou dois ou três, que entramos no Infinito e na Eternidade. Tentemos sentir o que é a Vontade de Deus a cada segundo.

 

Deus não quer

Satisfazer o seu desejo,

Precisamente, porque

Ele quer satisfazer o Seu próprio desejo.

Qual é o desejo de Deus?

O Seu desejo é fazer de você,

Exatamente como Ele: um outro Deus.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.

25 de maio: A Mente Silenciosa – meditação matinal diária

daily-aphorism-by-sri-chinmoy-0052

Espere pelo amanhã para pensar os pensamentos de amanhã.

 

Do ponto de vista espiritual, cada pensamento possui um valor especial na sua mente. Cada pensamento tem um significado especial. Na nossa vida comum, nós todos sabemos o que o pensamento é. Nós criamos o pensamento, acalentamos o pensamento. Não há ninguém que não saiba como pensar – isto é, o pensar comum, por assim dizer. Mas se alguém que tem uma mente desenvolvida pára de pensar, se aprende a arte de parar a mente, essa pessoa faz um tremendo progresso na vida espiritual. Quando um pensamento entra na mente aspirante, isso é como encontrar um inimigo no campo de batalha. Quanto mais se consegue silenciar a mente, mais rapidamente a Meta é realizada.

 

Deus o ama

Quando vê o seu coração

Inundado de silêncio.

Deus o ama

Quando vê a sua mente

Vazia do seu conteúdo usual:

A floresta-confusão.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.

 

A Copa do Mundo e o significado do esporte

Por que praticamos esportes?

Para desenvolver o sentimento de companheirismo;

Para servir a humanidade.

 

Por que assistimos esportes?

Para obtermos inspiração, entusiasmo,

Alegria e coragem.

-Sri Chinmoy

 

Fonte: http://www.srichinmoylibrary.com (original) e https://poemasfrasesemensagens.com/2018/05/01/poesia-do-mes-maio/ (imagem)

 

O exercício organiza nossas ações, traz saúde ao corpo, alegria à nossa mente, e essas coisas fazem-nos preciosos aos nossos amigos.

Thomas Jefferson, autor da Declaração de Independência, 3º Presidente dos EUA

 

O esporte tem a capacidade de nos unir e mostrar o que temos em comum.

Ban Ki Moon, Secretário-Geral da ONU

 

O esporte não é apenas uma forma de entretenimento, mas também uma ferramenta para comunicar valores que promovem o bem que está nos seres humanos e construir uma sociedade mais pacífica e fraterna. … O futebol demonstra a necessidade de treinar e trabalhar duro para alcançar metas, a importância do trabalho em equipe e de jogar limpo, a necessidade de respeitar e honrar oponentes.

Papa Francisco

 

Fonte: United Nations Association of Canada

 

24 de maio: A Derrota do Ego – meditação matinal diária.

daily-aphorism-by-sri-chinmoy-0053

Existe uma derrota que nos traz maior triunfo do que a vitória. E qual é essa derrota? É a derrota do ego pela a nossa alma.

 

Enfraquecemos o ego e, finalmente, o subjugamos pensando na Consciência tudo-permeante de Deus. Essa consciência não é algo que temos de conquistar. Essa consciência já está dentro de nós; temos apenas de estar conscientes dela. Além disso, enquanto estamos em meditação, temos de desenvolvê-la e iluminá-la em medida infinita. E para nossa completa surpresa, o ego será enterrado no seio da morte.

 

Ó Senhor,

Dê-me a capacidade

Para amar o Seu Som-Silêncio

Infinitamente, mais do que eu amo

Qualquer outra coisa.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.

Citações do livro Markings, diário pessoal do segundo Secretário-Geral da ONU, Dag Hammarskjold

Citações do livro Markings, diário pessoal do segundo Secretário-Geral da ONU, Dag Hammarskjold

 

“When you have reached the point where you no longer expect a response, you will at last be able to give in such a way that the other is able to receive, and be grateful. When Love has matured and, through a dissolution of the self into light, become a radiance, then shall the Lover be liberated from dependence upon the Beloved, and the Beloved also be made perfect by being liberated from the Lover.”

 

“To have humility is to experience reality, not in relation to ourselves, but in its sacred independence. It is to see, judge, and act from the point of rest in ourselves. Then, how much disappears, and all that remains falls into place.

In the point of rest at the center of our being, we encounter a world where all things are at rest in the same way. Then a tree becomes a mystery, a cloud a revelation, each man a cosmos of whose riches we can only catch glimpses. The life of simplicity is simple, but it opens to us a book in which we never get beyond the first syllable.”

23 de maio: A Consciência Individual e a Consciência Universal – meditação matinal diária

daily-aphorism-by-sri-chinmoy-0054

Feliz é aquele que superou todo o egoísmo. Abençoado é aquele que vê Deus emergindo do oceano do ego.

 

O ego humano comum dá-nos uma sensação de identidade separada, de uma consciência separada. Não há dúvida que uma sensação de individualidade e auto-importância é necessária num certo estágio do desenvolvimento do homem. No entanto o ego separa a nossa consciência individual da Consciência Universal. A exata função do ego é a separação. Ele não consegue sentir satisfação em ver duas coisas no mesmo nível ao mesmo tempo. Ele pensa sempre que uma deve ser superior à outra. O ego faz-nos sentir que isolados, que somos todos fracos, que nunca será possível termos ou sermos a Consciência infinita. O ego, por fim, é limitação. Essa limitação é ignorância e ignorância é morte. Portanto, o ego acaba em morte.

 

Como outras coisas,

Descarte a sua lista

De lamentações.

Descarte a sua pretensa importância.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.